fbpx

Como programar Arduino com módulo FTDI FT232TL

O módulo FTDI é um conversor USB serial que permite a interface de equipamentos com comunicação TTL. Esse conversor é muito utilizado para programar uma placa microcontroladora que não possui comunicação USB-serial, como o Arduino Pro Mini, Lilypad e ESP01, ou que tive sua interface serial danificada ou queimada.

Imagem ilustrativa do módulo FTDI conversor USB para TTL.
Figura 1: Módulo FTDI conversor USB para TTL.

O módulo FTDI é composto pelo chip FT232TL, um conector mini USB e seis pinos para comunicação com o microcontrolador, LEDs indicativos (ON, RX e TX) e jumper seletor de tensão (5 V ou 3,3 V). A Figura 2 detalha os componentes do módulo FTDI.

Imagem ilustrativa pinos e componentes do módulo FTDI FT232RL.
Figura 2: Pinos e componentes do módulo FTDI FT232RL.

Os pinos e componentes do módulo FTDI possuem as seguintes funções:

  • Entrada Mini USB: Comunicação USB do módulo;
  • LED ON: Indica quando o módulo se encontra ligado (ON);
  • LED RX e TX: Indica o recebimento e envio de dados seriais;
  • Jumper: Seleção da tensão de operação (3,3 V ou 5V);
  • GND: Aterramento do módulo;
  • CTS: Entrada de controle para limpar a solicitação de envio de dados;
  • VCC: Alimentação do módulo (3,3V ou 5V);
  • TX: Transmissão de dados;
  • RX: Recepção de dados;
  • DTR: Saída de controle para fazer requisições no envio de dados.

Neste tutorial, aprenderemos como utilizar o módulo FTDI para programar o Arduino UNO.

MATERIAIS NECESSÁRIOS

ESQUEMÁTICO DE LIGAÇÃO

Certifique-se que a sua placa UNO esteja desligada e, em seguida, monte o circuito da Figura 3.

Imagem ilustrativa do circuito para programação da placa Arduino UNO usando o módulo FTDI.
Figura 3: Circuito para programação da placa Arduino UNO usando o módulo FTDI.

Ao montar o circuito observe os seguintes pontos:

  • O pino GND do módulo deve ser conectado ao GND do Arduino;
  • O pino VCC do módulo deve ser conectado ao 5V do Arduino;
  • O pino TX do módulo deve ser conectado ao pino RX do Arduino;
  • O pino RX do módulo deve ser conectado ao pino TX do Arduino;
  • O pino DTR do módulo deve ser conectado ao polo positivo do capacitor de 100μF;
  • O polo negativo do capacitor deve ser conectado ao pino RESET do Arduino.

ATENÇÃO: A tensão de operação do módulo FTDI pode ser ajustada por meio do jumper seletor. Se o microcontrolador trabalha com nível lógico de 5V, com é o caso do Arduino UNO, use o jumper para selecionar a tensão de 5V, conforme a Figura 4.

Imagem ilustrativa da tensão de operação ajustada para 5V por meio do jumper seletor.
Figura 4: Tensão de operação ajustada para 5V por meio do jumper seletor.

TRANSFERINDO O CÓDIGO

Imagem ilustrativa do atalho para o Gerenciador de Dispositivos
Figura 5: Atalho para o Gerenciador de Dispositivos

Após digitar esse comando e clicar em “OK” será aberta a tela da Figura 6. Para verificar se o módulo FTDI foi reconhecido navegue até a opção Portas (COM e LPT) e expanda clicando na setinha ao lado do nome. No exemplo abaixo o módulo FTDI foi reconhecido com sucesso pela porta COM de número 11.

Imagem ilustrativa da tela do Gerenciador de Dispositivos.
Figura 6: Tela do Gerenciador de Dispositivos.

Tendo confirmado o reconhecimento da porta, abra o Arduino IDE e realize a configuração da placa e da porta de comunicação, conforme a Figura 7.

Imagem ilustrativa da configuração da placa e porta de comunicação.
Figura 7: Configuração da placa e porta de comunicação.

Após estas configurações, sua placa UNO está pronta para ser programada. Basta escrever o código no editor e transferir o código normalmente.

Espero ter ajudado,

Obrigado a todos e em caso de dúvidas deixe seu comentário abaixo!

Att. Jonas Souza

Dúvidas? Deixe seu comentário

Jonas Souza

Graduando em Engenharia Elétrica. Atua no setor desenvolvimento de tutoriais para o Blog da Robótica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.